Aeroporto de Jequié: Voos só na promessa da atual gestão

Recapeamento asfaltico Aeroporto (1)

Aeroporto

Madeireira-Lima-300x250Desde de abril de 2016 após passar por obras de recuperação, promovidas pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), o Terminal aeroviário Vicente Grillo, em Jequié recebe voos. A atual gestão prometeu que em abril de 2017 o aeroporto estaria recebendo voos regulares e até o momento nada, as últimas chuvas o muro foi desmoronado e até o momento nenhuma providencia da prefeitura para a recuperação..  A Secretaria de Aviação Civil (SAC/PR) autorizou a reabertura do aeroporto, conforme publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (19/04/2016).

Foram feitos serviços na área patrimonial, pista de pouso e decolagem, além da construção do terminal de passageiros. Neste ano, o terminal recebeu ainda obras complementares como biruta, revestimento asfáltico em toda a pista e sinalização. O relatório técnico de conclusão dos serviços foi apresentado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), junto com a solicitação de desinterdição e reabertura do aeroporto de Jequié.  O secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, destaca os esforços do Governo do Estado para alavancar a aviação regional. “Buscamos atender o anseio da comunidade e ampliar os investimentos em Jequié, um importante centro regional para a Bahia. Nosso primeiro passo foi reabrir o atual aeroporto e agora vamos planejar o novo sítio aeroportuário”, afirma.

 A liberação plena para os voos depende de procedimentos da Anac e posterior publicação no Rotaer (Publicação Auxiliar de Rotas Aéreas), onde ficam reunidas as principais informações de todos os aeroportos e aeródromos do país. O aeroporto de Jequié foi interditado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) em 2012 e teve a inscrição cancelada. O Governo do Estado, por meio da Seinfra, promoveu reformas e construções de itens necessários a retomada das atividades do terminal. Para conectar o interior baiano ao restante do país, o governo tem realizado investimentos. A meta é alavancar a aviação regional, com aumento da capacidade de voos comerciais, favorecendo o transporte de passageiros, o turismo e a atração de negócios.

Comments
  1. Luís Roberto Cerqueira da Silva

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *