Pastor Márcio Cerqueira fica ou não fica no Jequié-ADJ

Prefeito não tem controle com seus liderados e tem Moção aprovada na CMJ

Sergio e Borginho

Casa das especiarias 300x250O prefeito de Jequié não conseguiu acalmar os ânimos dentro do seu grupo e deixou o vereador José Simões de Carvalho Júnior fazer  Moções de Repúdio ao empresário e irmão do ex-senador César Borges, Waldomiro Borges Filho, ”Borginho”, pai do atual secretário de Infraestrutura  Fabrício Borges. A Moção de Repúdio direcionada ao empresário Waldomiro Borges Filho foi decorrente, segundo o vereador pelas agressões verbais sofrida na FM 95, cujo Borges é proprietário. O vereador não usou o direito de resposta preferindo utilizar de uma emissora politicamente oposicionista ao atual governo.

A moção tem como objetivo evidenciar que a Câmara de Vereadores não aceita ingerências internas, muito menos com prepotência e arrogância, ”é uma forma de dizer, respeitem a Câmara e os vereadores que dela fazem parte”. A Moção foi aprovada com nove votos favoráveis, acompanhando o autor os vereadores Regis Silva, Colorido, Laninha, Roque Silva, Ramon Fernandes, Beto de Lalá, Dorival Jr, Gutinha, Pastoleiro e Eliezer Fiim.

Segundo o blogueiro Marcos frahm, os quatro votos contrários foram dos os vereadores Márcio de Marino, Guina e Ivan do Leite, se abstiveram de votar Joaquim Caíres, Careca e Guião.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *