Pastor Márcio Cerqueira fica ou não fica no Jequié-ADJ

Vídeo sobre situação dos feirantes de Jequié chega ao conhecimento do governador Rui Costa

ArteLPEComerciantes do Centro de Abastecimento Vicente Grilo (CEAVIG), em Jequié, questionam a cobrança da taxa de R$ 35, cobrado pela setor de tributos da Prefeitura Municipal. Os feirantes discordam do tributo em virtude da falta de investimento e infraestrutura do local.

Segundo a vendedora de tempero seco, Maria da Glória, a situação é horrível, o telhado está praticamente caindo, existe lama e esgoto, que tem afugentado os clientes. “Queremos pagar, mas com estrutura, desabafa a trabalhadora. Outro fator crítico são os banheiros da feira, completamente sujos,fetidos e em condições insalubres, assim como outros frequentadores estão expostos a doenças, viros e bactérias,  falta pia, torneira, uma fedentina, informa Anelita de Jesus Soares, feirante há 37 anos, “nem cachorro quer entrar, você vai a outras cidades como Feira de Santana, Itabuna e Ipiaú dá gosto, aqui uma vergonha”, esclarece a negociante.

De acordo com o Blog do radialista Marcos Cangussu, o vendedor de bananas, Carlos de Jesus disse que as barracas foram construídas pelos próprios comerciantes que reivindicam a padronização e organização, “quando chove aqui,  o local se transforma em foco de dengue, sem fiscalização da Secretaria de Saúde”. Os ratos também tem sido algo preocupante, colocando em risco a saúde dos negociantes e consumidores. Uma barraqueira disse que os seus pés estão sempre com frieiras decorrente das condições de higiene da feira, principalmente quando chove.

Para Carlmelito das Bananas, que marchou pela feira em busca de votos com o deputado federal Antônio Brito, prefeito Sérgio da Gameleira e o vereador Ivan do Leite, é necessário investimento para a construção da cobertura. De acordo com os comerciantes cerca de 900 pessoas trabalham no CEAVIG. Uma reunião está agendada com a Prefeitura Municipal para tratar do assunto nesta segunda-feira (17).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *