Morte de Detinha Lomanto fecha ciclo dos patriarcas dos Borges e Lomanto em Jequié

Com honras da Guarda Municipal, foi sepultada na manhã desta sexta-feira (24/11), no cemitério São João Batista, no bairro Joaquim Romão no mausoléu da família, a ex-primeira-dama do Estado da Bahia, dona Hildete Brito Lomanto, carinhosamente tratada de dona Detinha. No jazigo também foi sepultado há dois anos, seu esposo, o ex-governador da Bahia Antonio Lomanto Junior.

Com o falecimento de dona Detinha fecha-se um ciclo da rivalidade política local entre as famílias Borges e Lomanto. Hoje sepulta a disputa política entre os patriarcas destas famílias que, durante décadas, estiveram politicamente em lados opostos, mas, juntando forças quando o momento convinha.

Em conversa com o professor e historiador, Emerson Pinto de Araújo, o mesmo sugere que se avalie e que se coloquem numa balança os pontos positivos e negativos desta rivalidade, e, ao mesmo tempo a união, a soma seria mais positiva para o município de Jequié. “As duas famílias deixam um grande legado para a cidade”, disse.

A rivalidade se pareou quando o filho de Waldomiro Borges conseguiu galgar o governo do Estado, Cesar Borges foi vice-governador e, posteriormente governador da Bahia, chegando a senador e a ministro de Estado marcando com isso um empate técnico entre as duas famílias que tinham os Lomanto como detentores de igual posição na política nacional.

Jequié realmente goza de muita sorte, um dos municípios baiano que tem o privilégio de ter dois filhos da terra como governadores eleitos, e ainda, uma filha como primeira-dama. Não podemos esquecer que Aline Peixoto, casada com o governado Rui Costa, influencia direta ou indiretamente no destino na nossa cidade.

O Ciclo se fecha e deixa várias ramificações ainda vivas para desenhar o futuro político desta terra que a cada dia vem enfrentando as diversidades políticas. A família Borges tem o seu representante Cesar Borges que pode finalizar a política como prefeito de Jequié. Já os Lomanto tem um representante na política atual, Leur Júnior, que tem o nome cogitado na política estadual para ser vice-governador apoiando ACM Neto.

Em Jequié, no cenário atual, os Borges ainda são donos de uma das mais importantes pasta (Sec. de Infraestrutura) do executivo municipal comandada pelo neto de Waldomiro Borges,  Fabrício Borges.

A antiga e conhecida rivalidade Lomanto X Borges dava pausa e as matriarcas Juju Borges e Detinha Lomanto somavam esforços para ajudar a camada social mais sofrida de nosso município, elas, quando tinham o poder a seu favor sempre contribuíram com os menos favorecidos, por meio dos setores de desenvolvimento social da prefeitura de Jequié.

Jequié realmente goza de muita sorte, um dos municípios baiano que tem o privilégio de ter dois filhos da terra como governadores eleitos, e ainda, uma filha como primeira-dama. Não podemos esquecer que Aline Peixoto, casada com o governado Rui Costa, influencia direta ou indiretamente no destino na nossa cidade.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *