Produtor de Pitaya quer incentivar plantio na área da Barragem da Pedra em Jequié

Durante a 39ª Expo-Jequié de 19 a 27 de maio de 2018, produtores de Pitaya estarão com um stande, apresentando os benefícios econômicos e também para incentivar o plantio da fruto na microrregião de Jequié. A produção já acontece na microrregião de Barreiras. Popularizar o preço da pitaya é a intenção dos produtores do Brasil, atendendo uma campanha do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG “Hortifrúti Legal”, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Foi no cultivo da fruta que muitos fazendeiros encontraram a alternativa para diversificar as atividades das propriedades rurais do Estado, consorciando com a pecuária.

Em uma área de um hectare, onde havia pasto, 500 pés de pitaya passaram a ocupar o espaço. “Aqui se planta a fruta para ganhar dinheiro”, diz. A primeira safra rendeu 180 quilos. As frutas foram vendidas por encomendas e entregues também a um sacolão. A freguesia: os campo-grandenses. A comercialização da “produção piloto” variou de R$ 20 a R$ 40 o quilo. “Não deu para quem quis”, diz.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *