Consumidores da Coelba em Jequié passam mais de duas horas para pagar conta.

 

Coelba se recusa a pagar às lotéricas R$ 0,50 centavos, as lotéricas se recusam a receber apenas R$ 0,36 centavos por conta recebida e quem paga a “conta” dessa rusga, desse quero-não-quero são os consumidores que, sem muita opção e sem tempo para permanecer em longas filas, muitas vezes sob sol forte, são obrigados a pagar multa e juros por atraso uma vez que nem sempre é possível efetuar o pagamento na data de vencimento. Quando o problema não está nas intermináveis filas, é o sistema dos locais para pagamento que fica fora do ar ou, simplesmente o serviço foi encerrado às 15h por conta da demanda.

“Uma grande falta de respeito ao consumidor, estou aqui há mais de duas horas para pagar uma conta de R$ 117,23 centavos”, desabafou a dona de casa Júlia Bitencurt Lemos, moradora da Rua Landulfo Caribé, no Sol Nascente. Filas grandes e a incerteza  de que o sistema permaneça no ar. Esta é a situação de milhares de usuários dos serviços da Coelba em Jequié. A empresa suspendeu o convênio com as Lotéricas pertencentes a Caixa Econômica Federal, e não  pensou na comodidade de seus clientes.

O Correio suspendeu os serviços de recebimento das consta às 16h desta sexta-feira 08.jun.2018, sem previsão de quando voltaria a receber. Os pontos de recebimento nos bairros a exemplo do Supermercado Laço de Ouro na Rua da Linha, encerrou o recebimento também às 16h, temendo assalto. No supermercado Gloria, no Mandacaru o sistema caiu e nenhum dos mais de 30 clientes que estavam na fila pode efetuar seus pagamentos.

“Quem será por nós? Estou preocupada, a minha conta já se encontra em atraso, vim regularizar assim que recebi pagamento, corro o risco de ter minha energia cortada. Tenho filho pequeno e não posso ficar sem energia elétrica em casa” disse a dona de casa Alzira de Jesus moradora do bairro mandacaru.

Os pontos de recebimento da Farmácia 24 Horas, do centro comercial de Jequié informaram por meio de aviso colado na própria placa que não estaria mais recebendo as contas. Os serviços foram suspensos devido ao grande número de pessoas com contas a pagar e, por conta disso estavam atrapalhando o comércio estabelecimento.

As dependência da agência D’Casa Financeira foi a única que teve o serviço normalizado e com atendimento de 1h a mais do que deveria para atendimento.

 

Comments
  1. Paulo Sergio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *