Jequié: Miguel Bomfim fala sobre defesa do consumidor e os transtornos da Coelba

O advogado Miguel Bomfim foi o convidado do Programa Jequié Urgente da  rádio 93 FM, nesta quarta-feira  27.jun.2018, para esclarecer os direitos  do consumidor decorrente  aos pagamentos da Coelba em Jequié. A situação e o vexame que os usuários dos serviços da empresa fornecedora de energia elétrica têm passados, desde o dia 1 de Junho, quando a Coelba  não permitiu que as contas seja pagas nas lotéricas pertencente a Caixa Econômica Federal. Miguel Bomfim é especialista em defesa do consumidor.

Segundo o advogado Miguel Bomfim o Código de Defesa do Consumidor defende que os serviços públicos, como o de fornecimento de energia elétrica, devem ser prestados de forma adequada, eficiente e contínua.

Principalmente oferecendo condições  aonde o consumidor possa  pagar as contas em dia.

A empresa terá um prazo mínimo de 15 dias para efetuar o corte a partir do aviso prévio, mas só poderá efetuá-lo no prazo máximo de 90 dias, após o vencimento da conta. Se passar esse prazo, não poderá mais cortar a luz e o débito só poderá ser cobrado na Justiça ou administrativamente.

Ultimamente os usuários têm reclamados dos locais para quitação dos avisos, que são insuficientes e tem que pegar filas onde o consumidor gasta até duas horas em pé para quitar a divida.

Segundo o advogado o melhor caminho é o cidadão procurar o quanto antes a defesa do consumidor e denunciar o fato ao Ministério Público.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *