Rui Costa em Jequié, hoje 19, fazendo campanha para Haddad

Foto: Arquivo/Zenilton Meira 

Está prevista para a partir dás 14h, de hoje 19.out.2018, o governador eleito Rui Costa está em Jequié, no Hotel Gran Terrara, em frente à rodoviária.

O governador vem ao encontro de prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, deputados e outros líderes regionais de Jequié e microrregião. Representantes dos territórios de identidade do Sudoeste Baiano, do Sertão Produtivo e do Médio Rio de Contas irão participar da atividade, organizada pela coligação Mais Trabalho por Toda a Bahia, que também elegeu Jaques Wagner e Angelo Coronel para o Senado.

As reuniões tiveram início na quarta, quando o governador conversou com lideranças das cidades de Itapetinga e Itabuna. Hoje, o governador foi a Teixeira de Freitas e Porto Seguro e pediu a mobilização dos baianos para ampliar a votação de Fernando Haddad na Bahia no segundo turno das eleições presidenciais. “Eu acredito na humildade, no trabalho, na fé em Deus e na importância da família”, pregou Rui ao pedir paz e afirmar que o presidente da República deve ter valores realmente cristãos em vez de estimular a violência.

“Não peço voto para Haddad porque fui reeleito pelo PT. Peço como pai de família, porque eu quero um presidente da República que seja exemplo para minhas duas filhas mais novas e para todas as crianças deste país”, acrescentou o governador. Ele criticou duramente o comportamento do adversário de Haddad. “Eu entro em pânico, confesso, me dá um pavor que vem de dentro, quando um candidato à Presidência pega uma criança de três anos no colo e pergunta a ela se já disparou uma arma”, disse em entrevista na cidade de Teixeira de Freitas. Para Rui, mais vale o exemplo, a prática, do que as palavras. “A gente não pode educar uma criança com violência, é esse exemplo que você quer para o seu filho?”, indagou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *