Médicos cubanos podem deixar Jequié

Foto arquivo: Ex-prefeita Tânia Britto recepcionou os médico cubanos em Jequié

Jequié que teve mais de 15 médicos cubanos, perderá três profissionais oriundos de Cuba, que ainda permaneciam no município. A Dra. Niurka foi  a primeira médica a chegar em Jequié pelo Programa Mais Médico, atendia na Unidade de Saúde da Família Dra. Isa Cléria Borges, localizada no KM3, disponibilizando a população daquela localidade atendimento diariamente, numa carga horária de 40 horas semanais. A Bahia e São Paulo têm o maior número de médicos cubanos atuando pelo Programa Mais Médico.

O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) informou nesta quinta-feira (15.nov.2018) ter sido avisado pela embaixada de Cuba que todos os médicos cubanos deixarão o Brasil até o fim do ano

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *