O desabafo de (o artiludel), mais de 50 anos vivendo de cultura em Jequié

VI – É serio – tá lameira… Desde os tempos da L.E.A. -Liga de Escritores e Artistas, aqui em Jequié, sempre foi assim:criam associações e secretarias para os artistas, mas, em vez de ajuda-nos, seus dirigentes, gestores, julgadores e tesourarias, (alguns) são verdadeiros cruéis vigaristas…hoje, em uma nova versão com fatos da nossa contemporaneidade, você pode até ser processado ou ir a delegacia por dizer verdades.

I – É serio – tá Lameira tá lameira- na cultura jequieense…Pois “ALI” o som – só soa, e como soa como se fosse o bem, né! Mas é a maldade em cena; Pois, nos bastidores ocultos… A injustiça ecoa:Pra o real artista, a situação “tá” ruim: Só se ouve é não, em vez de um justo sim…Mas pra eles, a coisa tá muito boa, com o gordo orçamento, como pesada pesca na canoa: Pra isso é que eles precisam das assinadas do conselho de cultura…e só!

II – É serio – tá Lameira, tá Lameira- na Secut: metaforicamente- secreta cultura de “tutu”- rismo econômico; com um “rico”- árduo, de nada fazer (turisticamente) e o resto, no jogo trágico-cômico, no salão da “plena cultural – tal um trem da alegria, traindo a classe artística local – no toma lá da cá… apoiado por um secretariado executivo mômico, que vão no desfile cultural dos “judas” astronômicos! A plena cultural não mais representa os artistas e a cultura!

III – É serio – tá Lameira, tá lameira – na “armação” do conselho de cultura, com o trio – fino no comando- (eles por eles mesmos)… um bom fim para ele e ela que fez a ata, com, sei que de são não tem nada, que para conseguir oficializar as verbas anuais, só precisou de nossas oficiais assinaturas titulares… Eleição carta marcada… não mais reunião ou opinião individual entidade sem regimento… projetos ou conselhos… é um plano anti-cultural feito por um gênio sagaz: remédio pra nascer cabelo no careca: dinorex: parece, mas não é!

IV – É serio – tá lameira, tá lameira- no tal conselho municipal de política cultural, (eles com eles mesmos):da “imprefeitura” local. Gestores frios de museólogas culturas de cheiro fúnebre, desta antiga, injusta politica de mortas coisas velhas passadas… que até Waly Salomão já disse: pra parar com esta ópera “bufa”… mas os gestores e julgadores “bufantes”, continuam com seu ranço, se arvorando serem acadêmicos de comissão julgadora da nossa cultura, turismo e educação, em nome do seu patrão: os dragões da maldade contra os santos guerreiros da cidade sol”

V – É serio – tá lameira, tá lameira – no dito cujo edital de fomento á literatura: levei 50 anos pra escrever 2000 versos (do cordel literatura). Gastei quase R$ 600 pra participar deste protocolos de “araque”. Terra e céu, do poeta, seu cordel-vida, morte e comida, livro inédito, dedicado ao meu professor poeta Cotrim… me disseram que a “comissão” do prefeito me desaprovou. Tem 50.000,00. Meu orçamento – 2000,00 : 700 livro…desaprovado! É muita covardia! É como dizem: “entre o céu e a terra , tem muita coisa que a vâfilosofia desconhece”: sobre as sombras de uma politica malvada!

VII – É serio – tá lameira, tá lameira – (em quase tudo) na casa da cultura – nada…“passes fixos”, Ribeiro de Projetos espirituais astronômicos…(Eles com eles mesmos)… e assim, vão consumindo o orçamento… Se não fosse o curso de pintura e desenho deveria há muito tempo ser fechada… tem o curso de como ser palhaço nesse circo cultural… o seu dirigente, talvez único astro que brilha com transparência… De parabéns, o projeto- o poder dasagulhas (??????…)… Mas,oxente! É um centro de convocações artísticas ou invocações espiritistas?!!!… Nada contra. Vocês mesmos, não deixaram eu publicar o ABC (a força da negritude).

VIII – É serio – tá lameira,tá lameira -na praça Luiz Viana… Tal um mendigo manco… O artesanato vem se arrastando nas dificuldades, aos trancos e barrancos… será que a prefeitura, quer ver cada pirâmide virar um elefante-branco?!! E para a plena cultural, com seu sorriso sarcástico franco o que mais importa é o seu salario na conta do banco?!!Lembrem: tem gente que sustenta sua família com seu artesanato!

IX -É serio – tá lameira! Secut -Secretaria de Cultura, Turismo; raspa o tacho… suga as gordas tetas da nossa vaca municipal, enquanto há tempo… a era Bolsonaro vem ai… E que venha logo para: estancar as verbas…mamatas… e os culturais privilégios aos gestores e julgadores culturais que nesta administração, esqueceram que a profecia bíblica diz:“Não há nada que se faça no oculto (hoje) que não seja feito pra ser revelado (amanhã)”… Depois do fogaréu das orgias carnavalescas… vem a quarta-feira de cinzas.

X – É serio – tá lameira…Por isso, pra não ter cumplicidade, com tudo isso, que pra o real artista tá ruim, eu peço desligar (definitivamente) o meu nome titular de artesanato, deste mentiroso Concelho de Cultura (faz de contas), que só existiu no dia das nossas assinaturas titulares… dai pra cá, sua diretoria e presidência ludibriada, só serviu para os projetos e verbas se protocolarem e o orçamento da Secut se oficializasse efetivo…Vou fazer 70 anos pela cultura: respeitem a minha dignidade!

Florisvaldo Figueredo Fernandes (o artiludel)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *